6 impactos da convergência tecnológica no setor de TI

7 minutos para ler

A transformação digital é um movimento sem volta e já estamos na era da informação. As empresas que não entenderem a necessidade de adaptação tenderão a ficar para trás e correm o risco de desaparecer. Todo esse processo aponta para uma convergência tecnológica.

Este termo ainda é desconhecido e ignorado por muitos gestores dentro das organizações, porém, com o rápido avanço da tecnologia, é preciso não apenas se inteirar acerca das novidades, como também aprender a utilizá-las da melhor maneira.

Neste post, vou falar um pouco mais sobre o que é a convergência tecnológica e quais os seus principais impactos dentro do setor de TI das organizações. Continue e boa leitura!

A transformação digital e a mudança dos ambientes de trabalho

É impossível, nos tempos atuais, imaginar uma organização funcionando sem o mínimo de tecnologia. Até mesmo para tirar uma simples nota de serviço é preciso de uma comunicação a sistemas contábeis.

Algumas atividades não podem mais ser imaginadas sem a aplicação de alguma ferramenta tecnológica. Esse processo de alteração do físico para o virtual é chamado de transformação digital.

É a jornada pela qual as empresas substituem algumas de suas atividades, antes realizadas de forma manual, com controle humano, por algum tipo de tecnologia que automatiza o processo por inteiro ou parte dele, melhorando o seu desempenho de maneira geral.

Conforme a transformação digita avança, muda-se a visão que existia dos ambientes de trabalho. Por exemplo, voltando alguns anos no tempo, qualquer escritório seria cheio de arquivos e teríamos uma grande quantidade de documentos físicos sendo enviados e recebidos por malotes.

Nos dias atuais, isso é quase impossível de ser encontrado. Todos os arquivos físicos foram substituídos pelos digitais, alterando também a forma como a troca de informação, envio e recebimento desse material é realizado.

Chegamos a um ponto em que estamos cercados de tecnologia e já não basta apenas trazer novas ferramentas e plataformas para as empresas. É necessário que elas sejam complementares, interoperáveis e acopláveis — é aqui que entra a convergência tecnológica.

A convergência tecnológica

Quanto menor o esforço e o uso de recursos como energia, tempo e dinheiro para se atingir um objetivo, maior o progresso da tecnologia. Quando um único dispositivo é capaz de completar mais de um tipo de tarefa, podemos dizer que houve uma convergência tecnológica.

O melhor exemplo disso hoje é o smartphone. O celular foi projetado para realizar e receber chamadas de maneira móvel, contudo, em pouco tempo foi se transformando e agregando novas funcionalidades mudando até mesmo de nome.

Hoje, contamos com uma verdadeira central multimídia em nossos bolsos, tendo as mais variadas funções e aplicações.

Dentro da TI, nós utilizamos esse termo para definir o uso de uma estrutura única de tecnologia para a realização das mais diversas funções e serviços.

Ou seja, uma solução unificada que possa suportar as mais diversas plataformas como dados, voz, vídeo e qualquer outra forma de informação que circule no ambiente da organização.

Exemplos de convergência tecnológica

Existem ainda, uma série de exemplos de convergência tecnológica sendo utilizados em larga escala como produto final de uma evolução da tecnologia que era aplicada de forma separada. Vamos conferir alguns deles:

  • Big Data ─ a integração entre softwares de coleta e processamento de informações permitem a manipulação de grandes massas de dados;
  • Inteligência Artificial (IA) ─ convergência entre vários modelos de sistemas diferentes permitem que a máquina “aprenda” e desenvolva várias atividades de forma autônoma;
  • Business Intelligence ─ associação de ferramentas de dados e IA para a leitura e previsão de resultados futuros;
  • Internet of Things (IoT) ─ integração de várias tecnologias com o uso de microssensores e comunicação sem fio para a agregação de dados de vários lugares dentro de um contexto.

Os impactos da convergência tecnológica

São diversos os benefícios em deixar de lado as várias plataformas e investir em uma solução unificada de TI para atender as suas demandas de transformação digital. Entre elas, separei algumas das principais vantagens.

1. Reduz a complexidade da TI

Um dos principais problemas dentro da TI é a manutenção, uma vez que lidamos com várias plataformas, diferentes tecnologias e aplicações. Integrar tudo isso é complexo e custoso em termos de mão de obra.

Ao optar pela convergência tecnológica em uma única ferramenta, temos um ambiente muito mais controlado e simples de gerir.

2. Melhora a integração com outros setores

Toda e qualquer empresa demanda comunicação entre seus setores para que as atividades sejam realizadas, afinal, praticamente todas as ações são colaborativas. Ao investir em convergência tecnológica, ofertamos aos colaboradores uma maior troca de informações, melhorando a integração.

3. Garante maior produtividade e mobilidade

Quando utilizamos ferramentas únicas, não há problemas de comunicação e tudo funciona de forma simples e automática, melhorando a produtividade no geral.

Além disso, boa parte das plataformas atuais funcionam estruturadas em nuvem, permitindo assim a mobilidade de todos os colaboradores com acesso contínuo aos dados necessários para suas atividades.

4. Incentiva à inovação

A inovação deixa de ser pensada de forma isolada dentro de cada setor da empresa e passa a ser tratada como uma evolução geral, afinal, todos os colaboradores utilizam da mesma estrutura e uma melhoria pontual atinge a todos.

Além disso, esse ambiente integrado também incentiva a inovação e as novas ideias, uma vez que permite a visualização de possibilidades que antes não existiam.

5. Traz mais segurança

Toda empresa trata com dados gerais e sensíveis e manter o controle sobre eles quando existem uma série de ferramentas é muito mais complexo.

Ao trazer a convergência tecnológica e implantar uma plataforma única, temos um maior controle sobre a circulação de dados, restringindo acesso com mais eficácia e evitando qualquer tipo de vazamento, perda ou erro sobre essas informações.

6 . Reduz custos

Por fim, temos um dos pontos mais importantes para os gestores na hora de apostar na convergência tecnológica, a redução de custos no geral.

Manter uma série de plataformas diferentes para a realização de várias tarefas é muito mais caro, não apenas pela questão da aquisição e licenciamento das soluções, como também pelo encarecimento do setor de TI, que demanda de mais profissionais para garantir o funcionamento de todo o ambiente.

Com a convergência tecnológica, temos uma redução significativa na carga de trabalho exigida do setor de TI, melhorando a aplicação dos profissionais e reduzindo também os custos gerais.

No entanto, é preciso lembrar que, mesmo que a convergência tecnológica seja a melhor saída hoje em custo-benefício, é fundamental investir em planejamento para que a execução dessa mudança ou implantação seja eficiente e estratégica.

Precisa de ajuda para planejar com eficácia a busca pela convergência tecnológica? Entre em contato conosco!

Você também pode gostar

Deixe um comentário