Entenda de uma vez o que é a escalabilidade em Cloud Computing

6 minutos para ler

Você sabe como funciona a escalabilidade em Cloud Computing? Essa é uma das maiores vantagens quando falamos em computação na nuvem, e um dos diferenciais que fazem muitas empresas apostarem nessa tecnologia.

No entanto, mesmo que essa seja uma ferramenta cada vez mais utilizada dentro das organizações, ainda existem muitos gestores que não têm ideia da capacidade e das possibilidades que o Cloud Computing pode trazer para um negócio.

Ao longo deste post, vamos mostrar para você o que é e como funciona a escalabilidade na computação em nuvem, quais são as suas vantagens e por que investir nessa tecnologia. Continue conosco até o final e boa leitura!

O que é escalabilidade em Cloud Computing?

Escalabilidade é a capacidade de aumentar ou reduzir recursos, desempenho ou funcionalidades, de acordo com a demanda de um sistema ou usuário específico. É o que chamamos de infraestrutura flexível, que se molda de acordo com a necessidade.

Quando pensamos na computação tradicional — com servidor local —, não existe escalabilidade imediata. Sempre que se faz necessário expandir algum recurso, é preciso uma intervenção física no hardware, inserindo mais memória, poder de processamento, armazenamento ou qualquer outra melhoria. Da mesmo forma, não podemos, de maneira simples, reduzir os recursos implantados.

Já com o advento da computação em nuvem, temos a possibilidade de escalar serviços e servidores de forma imediata, tanto aumentando como reduzindo a disponibilidade de recursos em uma alta demanda, conforme a necessidade.

A nuvem é totalmente customizável, trazendo novas possibilidades para empresas que, até então, não tinham capacidade de investir em tecnologia — devido aos altos custos — ou não conseguiam se modernizar.

A escalabilidade é uma das principais características do Cloud Computing, sendo responsável pelo crescimento dessa tecnologia e pela grande adesão por parte de empresas de todos os portes.

Como a escalabilidade funciona?

De maneira bem prática, vamos imaginar a seguinte situação. Você tem uma loja virtual hospedada em um servidor local, que recebe mil visitas por dia. Atualmente, os visitantes têm uma boa experiência, e o servidor lida de maneira adequada com essa quantidade de acessos.

Contudo, após uma boa campanha de marketing, seus acessos sobem drasticamente de uma hora para a outra, passando de mil por dia para cerca de mil por hora. Nesse cenário, o servidor passa a apresentar lentidão, prejudicando a navegação dos usuários.

Como se trata de algo local e físico, você precisa instalar manualmente os novos recursos para que o servidor lide com os recentes acessos. Pouco tempo depois, os acessos caem, mas os novos recursos permanecem — ou seja: foram realizados investimentos que tiveram um retorno pontual e já não são mais necessários.

Quando tratamos de nuvem, no mesmo cenário, todo esse processo de atualização de recursos pode ser realizado em poucos cliques, adicionando mais processamento, memória ou qualquer outra possibilidade. Da mesma forma, logo após o pico de acessos passar, basta reduzir os recursos.

Pode-se, até mesmo, manter essa elasticidade de maneira automática: conforme os acessos forem aumentando, os recursos são adicionados; conforme eles deixem de ser necessários, o próprio sistema da nuvem retira o excesso.

Quais são os seus benefícios?

Separamos alguns dos principais benefícios da escalabilidade em Cloud Computing. Vamos a eles.

Facilidade de armazenamento

A nuvem é muito mais que apenas um local para o armazenamento de dados. No entanto, mesmo que se trate de mais do que isso, essa é uma parte muito importante de qualquer infraestrutura de TI — ainda mais hoje, quando empresas criam toda uma base de negócios em cima de informação.

Guia da Metodologia AgilPowered by Rock Convert

O Cloud Computing nos entrega uma solução completa, segura e escalonável para o armazenamento dos mais diversos tipos de dados, informações e documentos, permitindo criar servidores separados apenas para esse fim.

Aumento de versatilidade

Soluções de TI, que hoje são fundamentais para um negócio, podem se tornar obsoletas em pouco tempo, sendo difícil — principalmente para médias e pequenas empresas — se manter atualizado com as principais ferramentas do mercado.

Com o Cloud Computing, fica fácil para qualquer organização realizar a remodelagem completa de sua infraestrutura de TI para inserir novas ferramentas tecnológicas em seu arcabouço de soluções, trazendo mais versatilidade e competitividade para os pequenos players do mercado.

Redução de custos

Criar e gerenciar uma estrutura completa de TI localmente não é algo simples e muito menos barato. É preciso investir em hardware, licenças de software, pessoal especializado, espaço, manutenções e várias outras peculiaridades.

Com a computação em nuvem, não é preciso um alto investimento, nem para dar início à infraestrutura, nem para escalar rapidamente se necessário: basta alocar recursos conforme a demanda.

Possibilidade de escolha

As plataformas de nuvem são escaláveis e permitem uma série de customizações, garantindo que as empresas montem uma infraestrutura de TI totalmente personalizada de acordo com suas demandas.

Dessa forma, pode-se aplicar uma determinada infraestrutura durante um tempo e mudá-la conforme a necessidade, sem nenhum tipo de limitação.

Elasticidade

Mesmo que boa parte das empresas contem com planejamentos detalhados acerca de seu crescimento, imprevistos podem acontecer — e uma demanda mais alta pode exigir maiores recursos.

Caso a sua empresa tenha de responder rapidamente a qualquer alteração de mercado que precise de maior poder computacional, a equipe de TI estará preparada para agir.

Como maximizar a escalabilidade?

Mesmo que a nuvem nos entregue uma ótima forma de escalar aplicações conforme a demanda, podemos ir além, aplicando estratégias para maximizar a escalabilidade. Confira algumas delas, a seguir.

Escalonamento automático

O escalonamento automático permite a alocação de recursos conforme a demanda aumenta, sem a necessidade de interferência humana para isso.

É possível estabelecer limites financeiros para evitar que a escalada ultrapasse o orçamento, garantindo a melhor experiência aos usuários da aplicação em nuvem.

Balanceamento de carga

O uso de servidores espelhados com balanceamento de carga faz a distribuição do trabalho conforme a demanda é recebida, garantindo o melhor uso dos recursos alocados.

Testes frequentes

Com os testes constantes de estresse, é possível identificar a necessidade de alocar novos recursos para garantir o pleno funcionamento dos sistemas em caso de picos de utilização.

Agora que você já conhece as peculiaridades da escalabilidade em Cloud Computing, temos a certeza de que ficará muito mais seguro investir nessa tecnologia e em suas possibilidades.

Não deixe de curtir as nossas redes sociais e ficar por dentro de nossas postagens!

Você também pode gostar

Deixe um comentário