Conheça as principais tendências de investimentos em TI!

6 minutos para ler

A pandemia de Covid-19 nos mostrou a importância da tecnologia para as empresas. Após essa crise, um novo normal deve se instalar com a necessidade de maiores e melhores investimentos em TI, visando garantir a continuidade dos negócios em qualquer situação.

No entanto, é comum ficar um tanto quanto perdido em meio ao mar de informações que temos na rede. Afinal, existem várias novas tecnologias, e cada uma delas tem aplicações variadas e podem ser utilizadas em determinadas situações.

O objetivo deste post é mostrar para você as soluções disponíveis em termos de tecnologia para investimentos em TI, trazendo as principais tendências existentes no mercado e as suas vantagens. Continue conosco e boa leitura!

Computação em nuvem

Também conhecida pelo termo em inglês, cloud computing, a computação em nuvem é uma tecnologia de hospedagem que utiliza a grande escala e a conectividade da internet para abrigar recursos de forma remota, permitindo que o seu acesso seja feito de qualquer lugar pela web.

A principal vantagem desse recurso é a eliminação da necessidade de se manter um servidor local ou uma infraestrutura completa de TI dentro das empresas, o que permite que até mesmo pequenas e médias organizações possam desfrutar de grandes soluções em tecnologia com um baixo custo.

Todos os serviços são online e independem de instalações ou compra de equipamentos físicos, permitindo uma flexibilização da infraestrutura utilizada de acordo com a demanda atual da empresa e reduzindo ainda mais os custos.

A nuvem já era uma tecnologia em ascensão antes da pandemia. Porém, com a demanda por acesso externo, trabalho remoto e outros pontos que cresceram durante esse período, ela tem se apresentado como algo fundamental para as empresas.

Digitalização

Mesmo que estejamos em plena era da transformação digital, uma verdade ainda é inconveniente: as empresas continuam utilizando muito papel em seu dia a dia, seja para o arquivamento de informações, seja para a comunicação interna e externa, além de outras atividades.

No entanto, a pandemia nos mostrou a necessidade de digitalização, ou seja, a eliminação de documentos físicos para a migração de toda a comunicação para o ambiente virtual, o que possibilita que tudo seja acessado de forma remota, compartilhado e enviado a quem deve.

Além disso, a digitalização é fundamental para a redução de custos dentro de uma organização, minimizando a demanda por recursos de impressão e, principalmente, eliminando a necessidade de um espaço de armazenamento para tudo o que é impresso.

Outro ponto interessante a ser apontado é a segurança da informação, uma vez que todos os documentos e comunicações digitalizados são guardados em ambiente seguro e criptografado com cópias de segurança para evitar perdas.

Analytics

Em um mercado que se altera rapidamente devido à globalização e as novas tecnologias, o analytics também é uma tendência. Podemos conceituar essa tecnologia como o uso de dados em plataformas de análise para a orientação de decisão.

O seu campo de aplicação é geral, uma vez que os dados podem ser utilizados para buscar insights em toda a empresa, não apenas para analisar o mercado e garantir uma atuação mais assertiva, como também para verificar de forma interna a própria capacidade da empresa, buscando por pontos de melhoria.

Com o crescimento da oferta de dados, uma vez que qualquer ação gera informação, utilizar-se do analytics pode trazer uma grande vantagem competitiva para as empresas, que entendem melhor o mercado e agem baseadas em dados — e não em intuições ou suposições.

Internet das coisas

A IoT — ou Internet das Coisas — tem sido uma das tecnologias mais badaladas nos últimos anos, buscando a conexão entre todos os dispositivos existentes em um ambiente, permitindo a troca de informações e coletando dados em tempo real.

A Internet das Coisas tem um impacto direto sobre as indústrias, uma vez que é possível, por meio de sensores, buscar informação via conexão direta com os dispositivos, agregando tudo isso em um sistema de gestão central e permitindo uma tomada de decisão muito mais assertiva.

Outros mercados que têm investido pesado nessa tecnologia são as áreas de segurança, logística, medicina, facilities, smart cities e agricultura.

Edge computing

O edge computing, também conhecido como computação de borda, é uma tendência de TI que visa maximizar as possibilidades de computação móvel — como o próprio conceito de Internet das Coisas —, criando uma espécie de processamento descentralizado.

Ou seja, em vez de apenas coletar dados e enviá-los a um servidor central, que analisa e toma decisões, o edge computing prima pelo processamento nos próprios dispositivos, reduzindo a demanda do sistema central e tomando pequenas decisões na borda, sendo que apenas os resultados são transmitidos.

Isso reduz os custos com processamento no server central e garante uma resposta ainda mais rápida, já que os dispositivos processam dados e se comunicam acerca das decisões tomadas.

Teletrabalho

Uma das principais lições que a pandemia nos trouxe é de que as relações de trabalho que existiam antes já não podem mais funcionar daquela maneira. Assim, é preciso investir no teletrabalho, uma forma remota de atuação.

Muitas empresas já contavam com esse modelo e saíram na frente, tendo pouco impacto em suas atividades. Outras, no entanto, tiveram de criar uma infraestrutura do zero, o que demandou um investimento alto e significativo.

Daqui para a frente, o modelo de teletrabalho deve apenas se fortalecer, uma vez que boa parte das organizações perceberam que é possível manter suas atividades normalmente e ainda reduzir vários custos, como espaço e deslocamento.

ERP

Por fim, uma última tendência a ser apontada para investimento em TI são os ERP — ou Enterprise Resource Planning —, softwares que têm como principal objetivo agregar dados gerais da empresa em apenas um ponto de contato, armazenando informações e agilizando processos.

Além disso, boa parte dos ERPs atuais podem ser utilizados em versões com cloud computing, sendo hospedados em nuvem e permitindo o seu acesso de qualquer lugar e com qualquer dispositivo, garantindo a mobilidade dos usuários.

Esses sistemas são fundamentais para melhorar a visão e a gestão sobre todas as atividades de uma empresa, garantindo um controle eficaz sobre tudo o que acontece dentro da organização e permitindo uma tomada de decisão eficaz.

Com a pandemia de Covid-19, muitas empresas foram pegas de surpresa e tiveram de empregar recursos às pressas, sem um planejamento eficaz. Os investimentos em TI são essenciais para a modernização das organizações, mas devem ser realizados de forma preventiva, antes do enfrentamento dos problemas, visando reduzir impactos e evitar perdas financeiras.

Quer saber quais tecnologias podem ser mais vantajosas para o seu negócio? Entre em contato conosco agora mesmo!

Você também pode gostar

Deixe um comentário