Fique por dentro das principais diferenças entre as metodologias ágeis

6 minutos para ler

Novos tempos trouxeram mudanças importantes para a área de tecnologia. Afinal, a transformação digital chegou e, as organizações precisam pensar em como adotar as metodologias ágeis em sua área para auxiliá-las.

Mas, para isso, é importante compreender o que são as metodologias ágeis, como cada uma delas funciona e de que forma é possível implementá-las em seu negócio.

Já ouviu falar sobre este tema? Então continue lendo e tire suas dúvidas.

O que são metodologias ágeis?

As metodologias ágeis são maneiras de realizar processos na área de Tecnologia da Informação, cujo objetivo são entregas mais rápidas, eficientes e sem gerar erros nos processos. Elas surgem como um contraponto as metodologias tradicionais, que levavam a processos produtivos mais demorados no dia a dia e, consequentemente, demoravam mais para realizar a entrega de soluções.

Contudo, os novos tempos trouxeram clientes mais exigentes, bem como a necessidade do mercado de trabalhos mais ágeis. Assim, surgiu o manifesto Agile, que trouxe algumas diretrizes importantes para nortear as metodologias que surgiram posteriormente, tais como:

  • Indivíduos e interações acima de procedimentos e ferramentas;
  • Funcionamento do software acima de uma documentação abrangente e extensiva;
  • O trabalho colaborativo junto ao cliente acima da negociação e contrato;
  • A flexibilidade para respostas ágeis a mudanças acima de planos rígidos e preestabelecidos.

Quais são as principais metodologias ágeis utilizadas?

Apesar de se adequarem aos princípios Agile, nem todas as metodologias são iguais. Por isso, é importante que você conheça mais sobre cada uma das principais utilizadas no mercado de TI e entenda qual (ou quais) são as melhores para o seu negócio. Conheça as principais a seguir.

Microsoft Solutions Framework (MSF)

Um dos métodos mais populares no ambiente de desenvolvimento, ele pode ser aplicado em situações nas quais há equipes reduzidas, focando em diminuir os riscos existentes para o negócio, sem comprometer a qualidade do resultado final. Assim, há um processo contínuo de identificação de falhas.

Ele é mais voltado para gestão do projeto do que para a solução em si e se baseia nas seguintes premissas:

  • escopo bem estruturado;
  • gestão de riscos altamente eficiente;
  • agilidade na resposta a mudanças;
  • entregas incrementais;
  • equipe devidamente capacitada;
  • aprendizado contínuo nos processos;
  • visão compartilhada do negócio, entre outros.

Scrum

O Scrum é, talvez, o método ágil mais utilizado no mercado de tecnologia, principalmente, pela sua versatilidade. Afinal, ele pode ser utilizado em conjunto com outros métodos, bem como ser aplicado em outras áreas para além do desenvolvimento de soluções.

Ele é focado, também, em gestão de projeto e um dos seus pilares é a adoção dos Sprints. Elas são reuniões curtas, nos quais as tarefas são distribuídas para as etapas necessárias para o desenvolvimento. Por exemplo, cada funcionalidade se torna um Sprint, que deve estar em consonância com o product backlog.

Normalmente cada Sprint não dura mais do que 4 semanas, passando-se para as demais etapas. Importante frisar que cada membro do time tem papéis muito bem definidos para o sucesso do projeto.

Lean

É utilizado principalmente nas startups em um cenário no qual conta-se com equipes reduzidas e recursos enxutos. Assim, o objetivo é identificar possíveis desperdícios na organização como um todo ou em projetos específicos e eliminá-los (ou mesmo reduzi-los).

Isso passa pelos projetos nos quesitos relacionados com simplicidade: ou seja, reduz-se a complexidade das tarefas, permitindo entregas mais ágeis, eficientes e que sejam funcionais.

Kanban

O Kanban também é um dos métodos ágeis mais utilizados, principalmente, porque pode ser aplicado nos mais diferentes setores, principalmente em projetos multidisciplinares. Além disso, ele é bastante simples, outro ponto que o torna bastante aprazível.

Trata-se da elaboração de um quadro dividido em três partes:

  • To do: registra-se as atividades que precisam ser realizadas;
  • Doing: registra-se as atividades que estão sendo realizadas no momento;
  • Done: registra-se as atividades que já foram realizadas e aprovadas.

SMART

Normalmente é aplicada para a criação de objetivos que podem ser cumpridos, de fato, para sua empresa e com os clientes. Ele se baseia no acrônimo SMART, representado pelas iniciais dos princípios norteadores das metas que devem ser definidas pelo negócio. Veja a seguir:

  • S (Specific): deve ser uma meta bem específica e que cubra um ponto de cada vez;
  • M (Measurable): deve ser passível de ser mensurável de forma objetiva;
  • A (Attainable): as metas precisam ser realmente alcançáveis ao longo do tempo;
  • R (Relevant): elas devem ser relevantes tanto para o negócio quanto para o projeto específico;
  • T (Time-related): deve ser possível de ser cumprida dentro de um prazo específico.

eXtreme Programming (XP)

É uma metodologia criada na década de 1990, cujo foco é o desenvolvimento ágil de soluções, ancorada em três pilares fundamentais:

  • agilidade no desenvolvimento da solução;
  • economia de recursos;
  • qualidade do produto final.

As equipes precisam ser norteadas por valores que possibilitam que elas alcancem o sucesso, como uma boa comunicação, facilidade entre processos, feedback eficiente, respeito entre os membros, entre outros.

Essa metodologia implica em práticas que auxiliam a cumprir os pilares-base. São algumas delas:

  • utilizar metáforas;
  • ter reuniões de planejamento;
  • gerar reuniões de alinhamento diárias, que não ultrapassem 15 minutos;
  • entregas frequentes para o cliente (small releases);
  • design simples, mas que seja funcional;
  • realizar testes de aceitação, entre outros.

Como as metodologias ágeis são utilizadas?

As metodologias ágeis têm um papel importante para garantir mais fluidez nas atividades da empresa e garantir desenvolvimentos eficientes para ter clientes satisfeitos com o trabalho do negócio.

Para que elas sejam aplicadas, é fundamental ter um planejamento inicial para este fim. Afinal, a sua adoção muda, até mesmo, a cultura interna do negócio e, portanto, é fundamental que a adoção seja feita com cuidado. Envolva todos os gestores responsáveis e definam quais serão as mudanças a longo prazo, o que envolve, quais serão os esforços conjuntos, entre outros pontos importantes para este fim.

Cada tipo de metodologia terá a sua aplicação. Algumas delas exigirão mudanças de estrutura da empresa, modificação de times, maiores investimentos, entre diversos outros pontos. Assim, é importante analisar qual é o processo atual e como poderá mudar os processos para garantir melhores resultados.

Aqui na Datum, nós utilizamos as metodologias ágeis em nossas rotinas no desenvolvimento de soluções para nossos clientes. Assim, você saberá que contará com uma empresa que adota formas de entregar melhores resultados de forma mais ágil, com precisão e de forma mais moderna. Aproveite, entre em contato e saiba mais sobre nosso serviço!

Você também pode gostar

Deixe um comentário