Product Backlog: o que é e como melhorar seu desenvolvimento?

6 minutos para ler

As empresas de tecnologia precisam, cada vez mais, encontrar formas de gerar entregas rápidas e eficientes para seus clientes, bem como atender às suas expectativas ao longo da experiência com seu negócio. Uma das grandes revoluções para a área de tecnologia foi a adesão das metodologias ágeis.

Dentro desse contexto, o Product Backlog tem um papel importante e que merece atenção por parte dos gestores de TI das organizações. Você já o implementa em seu negócio, nos processos de desenvolvimento? Conhece o conceito? Vou mostrar os principais pontos a seguir. Boa leitura!

O que é um Product Backlog?

O Product Backlog é parte importante de uma das metodologias ágeis mais utilizadas no ambiente de TI atualmente: o Scrum. Para que ele seja implementado, são realizadas etapas importantes, que auxiliam a garantir maior eficiência nos processos e trabalhos das equipes. O Product Backlog é a primeira delas e ajuda na inicialização do projeto.

Trata-se das definições iniciais que nortearão a criação do produto que será desenvolvido pelas suas equipes. Assim, o escopo deve ser definido em conjunto com o cliente, no qual se deve pensar em todas as características que precisam constar inicialmente no que estão criando.

Como ele deve ser realizado?

Alguns pontos estão presentes na criação do Product Backlog e que são intrínsecos às características do Scrum. Alguns deles são:

  • O cliente tem um papel ativo, fundamental nessa fase. Ou seja, ele conversará com o responsável, explicará suas demandas, o que deseja, suas prioridades, resultados esperados e as dores que a solução deverá sanar;
  • As definições dessa etapa não são fechadas, por isso ela está suscetível a mudanças ao longo dos sprints seguintes;
  • Deve-se definir quais são as prioridades do cliente e identificar aquilo que deve ser realizado primeiramente para atender aos anseios e necessidades dele;
  • Definir o tempo para realização do Sprint Backlog. O recomendável é que ele não dure mais do que quatro semanas;
  • É preciso descrever adequadamente as atividades a serem realizadas, de forma objetiva;
  • As tarefas precisam ser devidamente delegadas para os membros da equipe responsável, que estejam conscientes de suas funções no processo;
  • É preciso definir um Product Owner, que será responsável por quaisquer mudanças que sejam realizadas no Product Backlog. Deve ser uma pessoa capaz de ouvir e entender o seu cliente, para que traduza suas necessidades para o ambiente técnico da TI.

Qual a importância do Product Backlog?

Como falei anteriormente, o Product Backlog é aquele que inicia a metodologia Scrum. Sendo assim, ele tem um papel importante para a eficácia do processo completo. Afinal, se houver erros nessa etapa, aumenta-se a quantidade de modificações que deverão ser feitas posteriormente.

Além disso, ele é a principal referência para o desenvolvimento da solução, pois é nessa etapa que são definidos os principais requisitos e de que forma eles deverão ser atendidos. São determinadas, também, as metas e objetivos do projeto, tornando os processos mais claros para os presentes nas equipes.

Como aprimorar o seu desenvolvimento?

Como você pôde perceber, o Product Backlog deve ser o mais próximo possível do impecável. Para isso, vou mostrar, a seguir, algumas dicas importantes de como aprimorar o seu desenvolvimento.

Alinhe as etapas

Até mesmo dentro da etapa do Product Backlog há uma série de procedimentos que são realizados. Portanto, devem ser devidamente alinhados, para evitar que falhas em uma parte possam interferir no sucesso das demais.

Por exemplo, para definição de prioridades, o Product Owner precisa ouvir atentamente o cliente e coletar o máximo de informações necessárias para passar para os times. Com isso, será possível elaborar, de fato, um documento que possa orientar os próximos sprints.

Assim, se essa primeira etapa não estiver devidamente alinhada, pode-se ter prejuízos e falhas nas etapas seguintes. Nesse ponto, a padronização de processos também tem uma função vital para o sucesso das ações.

Otimize as tarefas e descrições

Colocou tudo em uma lista sobre requisitos, tarefas e descrições? Então, é hora de refinar o que foi colocado. Verifique se todas as questões inseridas são, de fato, necessárias. Se não, articule de que forma é possível alinhar cada passo definido no Product Backlog, para evitar possíveis gargalos.

Além disso, verifique se as descrições estão sendo feitas de forma clara e de que forma é possível tornar a fala do cliente ainda mais acessível e nítida para os times de desenvolvimento. Quer ver um exemplo?

O cliente fala “eu preciso de uma forma que os documentos sejam separados por hierarquia. Não quero que um colaborador tenha acesso a algo que não é de competência dele, para não ter problemas com segurança”. O Product Owner, pode colocar na lista de descrições: “estabelecer níveis de acesso para os documentos”. Isso é uma forma clara e concisa para que os desenvolvedores saibam o que fazer nesse aspecto.

Priorize os itens de acordo com o valor de cada um deles

A priorização dos itens é uma parte fundamental do Product Backlog. Isso porque, como o produto é entregue para o cliente de acordo com o desenvolvimento, caso ele tenha urgência em uma funcionalidade, poderá ter acesso a ela mais rapidamente.

Dessa forma, poderá verificar se há necessidade de reformulação, alteração, entre outros pontos, para garantir uma entrega mais ágil para ele do módulo necessário.

Aumente o entrosamento entre os membros da equipe

Um ponto fundamental para conseguir melhores resultados, principalmente, na adoção de metodologias ágeis, é garantir o entrosamento entre os membros da equipe. Como o trabalho é interdependente, ou seja, as ações de um colaborador interferem na dos demais, é fundamental que ocorra uma sinergia entre todos para que os resultados sejam obtidos.

Utilize as ferramentas certas

Tanto para a etapa de Product Backlog quanto para as demais fases do Scrum, é importante ter em mãos as ferramentas adequadas para a aplicação de forma eficiente da metodologia em si e dos passos para o desenvolvimento. Há diversas opções no mercado focadas nesse fim.

A escolha da ferramenta correta ou a adoção de uma medida feita para seu negócio pode ser o grande diferencial para uma estratégia de sucesso. Portanto, é fundamental escolher um parceiro de confiança.

Gostou do nosso conteúdo? Conta nos comentários!

Você também pode gostar

Deixe um comentário